Risco cambial: 5 passos para entender e evitar perdas

Entenda O Risco Cambial E Saiba Como Evitar Perdas Com Estas 5 Dicas Blog - Escritório de Contabilidade em Diadema - SP

Compartilhe nas redes!

Risco cambial: veja 5 passos para entender e evitar perdas

O comércio global exige que as empresas se defendam contra o risco de câmbio. Neste artigo, você entenderá como ele funciona e como evitar perdas.

O mercado de divisas é um mercado financeiro significativo. Os bancos, por exemplo, o utilizam para converter moedas como parte de operações internacionais. No setor financeiro, as flutuações cambiais ao longo do tempo são particularmente evidentes, portanto o reconhecimento dos riscos cambiais é crucial para a gestão empresarial. 

A seguir, você terá acesso aos 5 passos necessários para entender esse risco e se proteger contra ele.

Empreendedor, leia também os artigos abaixo:

1º passo: saiba o que é o risco cambial e quais são os tipos

A primeira coisa a se notar é que o risco cambial é a incerteza sobre o valor de uma moeda como resultado das flutuações das taxas de câmbio. A probabilidade de que as taxas de câmbio entre as moedas dos países exportadores se movimentam umas contra as outras entre a data da cotação e a data da liquidação de uma operação é referida como risco cambial. 

O risco cambial pode ser dividido em várias categorias, elas são:

  • Risco de previsão; 
  • Risco de exposição;
  • Risco de mercado e de transação;
  • Risco do sistema. 

2º passo: entenda como funciona o risco cambial  

Uma organização pode ser exposta a este risco se suas contas a pagar e a receber forem diretamente influenciadas pelas taxas de câmbio. Este é geralmente o caso quando duas instituições de países e moedas diferentes negociam uma com a outra. 

Os contratos nestas negociações descrevem os valores precisos dos produtos – tanto vendidos como comprados – assim como os períodos precisos de entrega. Entretanto, essas empresas enfrentam o risco de receber menos dinheiro em outra moeda para exportação como resultado de mudanças nas taxas de câmbio, que podem subir ou descer. 

3º passo: saiba como funciona o risco cambial na importação e exportação

Na exportação, quando o preço é feito em dólares, a empresa pode achar difícil lidar com o problema se a moeda desvalorizar. Como os riscos estão presentes, as perdas podem ser substanciais. 

As empresas de importação também são afetadas negativamente pelas flutuações da moeda, já que o processo ocorre na direção oposta: se a moeda cai, a empresa gastará menos reais. Um dólar em alta, por outro lado, pode tornar o pagamento mais difícil e reduzir as margens de lucro ou causar perdas. 

4º passo: saiba quais as empresas estão sujeitas a esse tipo de risco

As organizações envolvidas na importação ou exportação de bens e serviços, assim como os investidores que fazem transações financeiras internacionais, devem adotar práticas eficientes de gerenciamento de riscos, pois toda transação financeira internacional, seja realizada por um indivíduo ou uma corporação, envolve riscos. 

5º passo: saiba como montar a sua gestão de risco cambial

A gestão é extremamente importante e vantajosa para a gestão empresarial, especialmente quando se trata de riscos cambiais. Com a administração, você pode observar as etapas das negociações de câmbio, resultando em maior controle de custos, redução do risco de perdas e um controle mais focado sobre o fluxo de caixa. 

As instituições evitam o risco de flutuações cambiais ao utilizar instrumentos de proteção cambial. Os principais estão listados abaixo: 

  • ACC;
  • Hedge cambial;
  • Forward cambial;
  • Swap cambial.

Conte com o apoio da Contass Contabilidade para fazer uma gestão eficiente de risco de câmbio

A melhor maneira de se proteger contra os perigos da moeda é administrar de forma responsável e eficiente. 

É fundamental entender que buscar assistência contábil é o caminho ideal para evitar problemas e desvantagens. Estamos preparados e ansiosos para ajudá-lo neste procedimento de mitigação de riscos em sua empresa. 

Entre em contato conosco e tenha acesso a nossas soluções especializadas em Contabilidade para Indústrias e Comércio Atacadista!

CLIQUE AQUI E TENHA APOIO PROFISSIONAL DA CONTASS PARA LIDAR COM O RISCO DE CÂMBIO

5/5 - (1 vote)
Summary
Risco cambial: 5 passos para entender e evitar perdas
Article Name
Risco cambial: 5 passos para entender e evitar perdas
Description
O comércio global exige que as empresas se defendam contra o risco de câmbio. Neste artigo, você entenderá.
Author
Publisher Name
Contass
Publisher Logo

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

Veja também

Posts Relacionados

Recomendado só para você
5 dicas para formar o custo de um produto em…
Cresta Posts Box by CP